A Grande Ideia do Seu Negócio (e como você deixa de ser uma commodity)

By on 21 de janeiro de 2016

Do Escritório de Gustavo Ferreira
Sexta-Feira – 22/01/2016

Caro Amigo,

No último post falei que você é uma commodity e ensinei um método de como construir um ano de resultados no seu negócio em 3 meses.

Você sai dos “sonhos” e entra em “ação”.

Bem, agora que você já começou a modelar seu pensamento e ação para esse espaço de trabalho e ação de 3 meses…

É hora de você deixar de ser uma commodity.

Talvez você já ouviu falar que deve oferecer serviços premium e diferenciados para seus clientes…

E realmente você deve fazer isso!

Mas…

Se te disseram que isso vai ser um “diferencial”…

Desculpe, você foi enganado.

Veja, por que o Brasil ainda insiste em ser uma economia de terceiro mundo?

Um dos motivos é porque nossa economia de exportação é basicamente de… commodities.

Petróleo, soja, etc…

Sim, até hoje nós exportamos petróleo bruto e importamos petróleo refinado.
(e li que mesmo com o dólar a mais de 4 reais compensa mais importar diesel… vai entender)

O que isso tem a ver com o crescimento do seu negócio?

Petróleo refinado é mais caro que petróleo bruto.

Tecnologia é mais cara que produto base.

E um “serviço diferenciado” é mais caro que um “serviço base”.

Agora… o que faz um serviço ser realmente diferenciado? Inovador?

Existe um “checklist” de diferenciais que você pode ter para cobrar mais caro:

  • Alcançar resultados mais rápido (mentoria, coaching)
  • Automações (com software, por exemplo)
  • Serviços feitos sob medida (“done-for-you”)

Esses são alguns exemplos, mas a pergunta aqui é:

Isso realmente é um diferencial?

A realidade é que não.

Prefiro ver isso como características desejáveis que permitem cobrar mais caro.

Mas não são diferenciais.

Não é inovador.

Veja um serviço como o Uber.

É um conceito e um serviço inovador porque juntou a ideia mítica da economia colaborativa e transformou em um modelo que funciona.

ISSO é um diferencial.

Você deve mirar construir o próximo Uber?

copywriting grande ideia de negocioEu não miraria exatamente nisso 😉
(mas se você tem condição, vá fundo!)

Existe uma técnica secreta de copywriting (adoro elas) que me ajuda a saber com 90% de certeza se uma ideia dará certo.

Em termos práticos como copywriter, é uma forma de saber com 90% de certeza se a carta de vendas irá vender.

Bem…

Interessado em conhecer essa técnica secreta?

Preste bastante atenção…

Seu produto ou serviço resolve um problema?

Vamos quebrar alguns conceitos aqui.
(acho que vivo fazendo isso por aqui, não é? é porque gosto de você! 🙂 )

Pergunte-se: que problema você resolve?

Como copywriter, escrevo cartas de vendas… e o problema que resolvo é: você pode estar vendendo pouco e aumento suas vendas.

Quer vender? Mais especificamente, quer vender através de e-mail marketing? Me chame.

Meu serviço é inovador?

Não, apenas escrever e-mail marketing é uma commodity

Mas, o problema que resolvo que me tira do mundo “comoditizado” é: escrevo os e-mails para você com foco total em conversão.
(sou um copywriter profissional, não é? 😉 )

Um e-mail, x vendas.

E se você já tem vendas… vai ter 2x, 3x vendas.

Esse é meu trabalho.

Porém…

Veja que apenas isso ainda não pode ser considerado inovador.

É um serviço “done-for-you” apenas.

Como no mercado há poucos players como eu, é o suficiente para me destacar da multidão.

Porém, ainda não é inovador o suficiente.

No meu livro de copywriting comento o caso da Dollar Shave Club, que criou uma inovação no segmento de lâminas de barbear, entregando lâminas “boas pra c****e”, nas palavras do dono 🙂

Lâminas “boas pra c****e” e baratas (começando em 1 dólar), entregue em casa.

Eles tiveram uma Grande Ideia.

Essa ideia foi tão grande que conseguiram 12 mil clientes em 48 horas.

É algo para se prestar atenção 😉

Ou seja…

Enquanto você não desenvolver sua própria Grande Ideia

Você provavelmente será apenas mais um.

É fácil desenvolver uma Grande Ideia?

Não.

Mas você precisa de uma.

Alguns empresários ficam anos buscando essa Ideia.

Outros conseguem isso em um dia.

Mas…

Você precisa encontrar sua Grande Ideia, senão estará sempre vulnerável perante seus concorrentes.

E isso não é uma boa ideia, certo? 🙂

Voltando ao começo…
(ah, loops, loops, loops 🙂 )

A principal forma de você deixar de ser uma commodity é cumprindo esses dois requisitos:

  • Resolva um problema
  • Tenha uma Grande Ideia
copywriting grande ideia de negocio como criar inovação

As paletas mexicanas pareciam uma boa ideia…

Novamente…

É simples. Mas não é fácil.

E muitas vezes, se você copia outras Grandes Ideias de negócios… você acaba na lama.

Por exemplo, veja as paletas mexicanas.

Uma Grande Ideia dos criadores… mas copiada à rodo por vários concorrentes.

O que aconteceu? Dezenas de paletas criadas… por mês.

E quase todos quebrando em poucos meses.

As Grandes Ideias é o que fazem as startups serem avaliadas em milhões de dólares.

Mesmo as paletas mexicanas que tentam vender seus produtos para grandes redes… não resolvem o problema das grandes redes!

Veja, conversando com um empresário do setor de pão de queijo (o melhor que já comi, diga-se de passagem), ele consegue entrar em grandes redes porque…

Além da Grande Ideia que ele teve (40% de queijo), ele resolve um problema de qualidade… e de tempo.

Para ele entrar nas grandes redes o pão de queijo precisa ficar pronto em uma “batida” de relógio.

E isso é uma inovação no nicho dele.

Uma característica inexistente na concorrência (queijo de verdade no pão de queijo), a “batida” e a qualidade do produto que resolve o problema das empresas que vendem pão de queijo.

Como sempre, há algumas formas de você desenvolver sua Grande Ideia.

Porém…

Falarei isso no próximo post senão esse aqui ficará gigante.

Como copywriter, a realidade é que não sou contratado pela carta de vendas em si.

Se meu trabalho se resumir apenas à carta de vendas, eu sou um nada.

Sou contratado pelas Ideias que gero.

Como disse no último post, com o volume de informações disponível hoje, até mesmo resposta direta está se tornando uma commodity.

Claro, uma carta de vendas escrita por mim e outros copywriters profissionais sérios tende a dar um banho na maioria das cartas de vendas escritas por outros copywriters menos preparados.
(um copywriter mediano “vence” uma em cada quatro cartas de vendas)

Agora…

O que faz eu ter as melhores ideias?

É o que me torna um copywriter aspirante à jogar na elite mundial 😉

E o que faz você criar uma inovação real no seu negócio?

Para te ajudar a ter ideias de inovações reais, no próximo post vou entregar um material que pode te ajudar a ter várias sacadas.

É algo complexo até para mim (é coisa de engenheiro), mas de tempos em tempos fico folheando, e gera algumas boas ideias.

E você?

O que você considera uma Grande Ideia?

À Sua Riqueza e Felicidade!

Gustavo Ferreira

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.

One Comment

  1. Pingback: Lição de um bilionário fictício - CopyCon

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *