O Curioso (e bilionário) Caso da DSC

By on 13 de dezembro de 2016
Dolar Shave Club

Do Escritório de Gustavo Ferreira
Segunda-Feira, 13/12/2016, escrito as 00:53

 

Caro Amigo,

 

Hoje é um dia especial!
(desculpe se o e-mail foi muito curto e grosso, escrever de madrugada dá nisso)

 

Porque estou feliz com uma notícia (não tão nova) de que a DSC foi vendida por 1 BIlhão de dólares.

 

Se você não tem ideia do que estou falando, no meu primeiro livro de copywriting trouxe para você a carta de vendas da Dollar Shave Club…

 

Uma empresa que vende…

 

Lâminas de barbear por 1 dólar.

 

A copy deles é fantástica…

 

E hoje vamos olhar alguns pontos específicos dela (e porque tudo isso levou à super venda).

 

Primeiro, mesmo se você não entende inglês, veja o vídeo:

 

 

Agora, vamos ao que interessa…

 

#1… Modelo de negócios FODA

 

A copy não é nada sem uma boa estratégia de negócios.

 

O modelo de negócios da DSC é simples:

 

Todo mês você recebe na sua casa uma lâmina de barbear boa pra cacete (palavras deles).

 

Sem se preocupar.

 

E ao invés de gastar $20 ou $30 em uma lâmina que vai fazer o mesmo trabalho…

 

Por $1 você recebe a mesma coisa, sem esforço.

 

Claro, a estratégia de 1 dólar é a porta de entrada. Assim que você aproveita essa oferta, tem vários outros upsells prontinhos esperando por você 🙂

 

Além disso, o custo de produção das lâminas deve ser baixo, aposto que na casa dos centavos… então eles podem bancar ofertas agressivas.

 

#2… Inimigo comum

 

Eles se posicionaram CONTRA a Gillette.

 

Mais especificamente, eles criticaram que o valor das lâminas de barbear é alto porque dos 20 dólares que você paga, 19 vão para o Roger Federer.

 

E apesar de que muitas pessoas gostam de tênis…

 

Pagar 19 dólares para o Federer não soa bem 🙂

 

Além disso, para que uma lâmina de barbear precisa de 48 funções diferentes?

 

Ela precisa apenas… barbear.

 

#3… O Grande Trunfo: Comodidade

 

Esse é auto explicativo.

 

O que você prefere?

 

Lembrar de ir na farmácia ou mercado todo mês e comprar suas lâminas… ou receber na sua casa, sem se preocupar?

 

#4… Identificação, algo maior e humor

 

O vídeo em si é uma piada.

 

Mas as pessoas se identificam porque…

 

O apresentador tem uma boa aparência…

 

Existe uma causa social (gerar empregos)…

 

As pessoas se identificam com as expressões (“seu avô bonitão”, “não sou Wanderbilt mas esse trem faz fumaça”)…

 

E o vídeo é nitidamente cômico… e sincero.

Mas afinal…

 

Por que tudo isso é importante?

 

Ou melhor…

 

Por que tudo isso fez com que a DSC fosse comprada?

 

Agora voltamos ao mundo dos negócios…

 

Eles tem algo que chamo de “Fator N”.

 

É muito simples…

 

OS NÚMEROS FAZEM SENTIDO!

Não tem muita mágica.

 

Veja…

 

Eles criaram uma base de mais de 3 milhões de assinantes.

 

Imagine que cada assinante, em média, paga um valor mensal de 10 dólares.

 

Multiplique isso pelo ano, e você tem 300 milhões de dólares.

 

Claro, há os custos por trás disso, mas fica claro que esse negócio é REALMENTE bilionário.

 

Agora…

 

Como não faz sentido eu compartilhar isso com você sem alguma lição relevante…
(vamos deixar o recalque para outro dia)

 

Vamos olhar para seu negócio.

 

Pense o seguinte…

 

#1… Como você pode criar uma solução super cômoda para seu cliente?

 

O que você pode facilitar a vida dele ao máximo, para que ele não se preocupe com mais nada?

 

Por exemplo… tenho alguns clientes que praticamente não se preocupam mais com as campanhas que farão…

 

Porque já temos um cenário estável rodando, e estou sempre tentando otimizar ao máximo.

 

Você pode criar algo que é enviado todo mês para a casa dele… ou que é reposto, ou atualizado, automaticamente…

 

Claro, não é fácil criar um modelo como esse, mas é algo importante para você pensar.

 

#2… Qual o “status quo” no mercado que você está?

 

Por exemplo…

 

No marketing digital existem os “pseudo gurus”…

 

Na DSC eles se colocaram contra a Gillette e a grande mídia…

 

Há os “inimigos comuns” comuns, como o governo, indústria da alimentação, indústria da moda, a mídia…

 

Como você vai se posicionar CONTRA isso?

 

#3… O que você precisa fazer para ser comprado por alguém?

 

Sim, é isso mesmo.

 

O grande problema dos micro empreendedores (eu incluso) é que a maioria não “tem” um negócio.

 

A maioria “é” o próprio negócio.

 

E isso é a maior armadilha que existe quando falamos de ganhar dinheiro de verdade.

 

Quando você se desvincula das operações e do dia a dia da empresa, você tem um sistema que pode ser replicado e escalado às alturas.

 

90% do tempo, VOCÊ que impede o crescimento do seu negócio.

 

Então saia da frente.

 

Você tem muito dinheiro a ganhar 🙂

 

À Sua Riqueza e Felicidade!

Gustavo Ferreira

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *