Como Vender Pimenta

By on 6 de junho de 2016
storytelling fases da venda

Do Escritório de Gustavo Ferreira
Segunda-Feira – 06/06/2016
Caro Amigo,

Sabe aquele ditado que pimenta no olho dos outros é refresco?

Bem, foi quase isso que aconteceu nesse fim de semana.

Mas no nosso caso, foi na boca mesmo.

Antes de explicar o que aconteceu, pense um pouco…

Hoje, a maioria dos produtos e serviços praticamente são commodities.

Se seu cliente não gostar de você, tem alguém do lado para ele escolher.

Então…

Como você se destaca da multidão?

storytelling fases da venda

Por exemplo…

Se você vende… pimenta…

Além do “sabor, qualidade e tradição” (e nomes curiosos como faísca, brasinha, etc)…

Por que eu escolheria VOCÊ?

Troque pimenta por qualquer coisa, “digital” ou “físico”.

O que nos leva à história de hoje.

No sábado fui com minha esposa em uma feirinha de artesanato.

Havia uns 10 artesãos, com bonequinhas, cerâmica, brigadeiros, e… pimenta.

Veja, não sou um apreciador natural de pimenta.

Como minha esposa gosta, aos poucos de vez em quando gosto de colocar na comida.

Mas…

Com tantas coisas legais lá, essa foi a única coisa que compramos.

Por que?

O vendedor de pimenta e a esposa são de Recife, e criaram a empresa há 2 anos.

Além do sotaque que embala, eles começaram a contar a história de porque resolveram vender pimenta.
(cheguei no fim, não escutei 🙁

E tinham vários sabores, alguns mais suaves, outros mais picantes, cada sabor servindo para uma combinação específica de pratos.

Entenda que a mágica já tinha acontecido.

A história deles estava ligada ao produto…

storytelling fases da venda

Saíram de Recife, vieram para São Paulo, passaram dificuldades, abriram a empresa e agora estão conseguindo.

A história deles aumenta a conexão e o interesse. Olha a jornada do herói aí!

Com o interesse na história, apresentaram o produto, e como pode ser usado.

Churrasco, salada, frutos do mar… cada prato uma pimenta específica.

Até vimos a pimenta em conserva!

Agora…

Depois de toda essa apresentação…

Por que você não prova a pimenta?

Ele pegou algumas bolachas e passou pimenta… como se fosse patê!!!

Tudo bem, estávamos em 3, e dividimos a bolacha…

Mas experimentamos os 3 sabores que estavam mais próximos do nosso gosto, de acordo com a pesquisa que ele tinha acabado de fazer.

Dos 3 sabores, levamos 2.

Parece simples?

Pense de novo.

O vendedor de pimentas conseguiu, em alguns minutos, passar por todas as fases da venda.

storytelling fases da venda

1. Nós não estávamos com vontade de comprar pimenta… ele nos ganhou na história. O foco era ELE, e não a pimenta…

2. Com a história, começou a explicar os tipos de pimenta, e como elas combinam…

3. Perguntou o que gostávamos…

4. Apresentou 3 opções, e para tirar a objeção do “vou pensar”, ele respondeu com “experimente”.
Voltamos felizes com mais 2 pimentas, e até esquecemos que já havia 3 potes em casa.

É fácil fazer isso?

Depende.

Algumas coisas são mais difíceis contar uma história.
(um dia mostro como contar uma história simples com papel higiênico)

Mas se funciona para vender até pimenta, aposto que consegue vender o seu produto ou serviço.

Moral da história…

O que você pode fazer para encantar seu cliente e fazê-lo experimentar seu produto? 🙂
À Sua Riqueza e Felicidade!

Gustavo Ferreira

 

PS: lembre que no meu livro há várias ideias e estratégias para você vender seus produtos e serviços…

PPS: se você ainda não sabe seu nível no e-mail marketing, descubra agora.

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *