Copywriting: O Guia Definitivo e Prático Para Você Conseguir Suas Primeiras Vendas em 1 Semana ou Menos

By on 16 de Fevereiro de 2017

Do Escritório de Gustavo Ferreira

Caro Amigo,

Hoje é um dia especial!

Veja… sou um copywriter (e empresário megalomaníaco), e faço um dinheiro enorme com e-mail marketing (para mim e meus clientes)…

Dê-me a sua lista de e-mail, e vou te trazer muito dinheiro na maioria das vezes 🙂

Então…

Na verdade hoje vou trazer todo o processo relacionado ao seu info negócio (mesmo que seja um produto físico que você está divulgando pela internet).

Porque como sempre falo…

Copywriting é Estratégia. E você precisa de uma comunicação COMPLETA para ter os melhores resultados.

Por isso…

O que vamos cobrir neste artigo…


# 1. Um truque simples para os anúncios do Facebook quando você não tem idéia do que escrever

# 2. Como configurar seus pixels para rastreamento e otimização corretos

# 3. Como testar e encontrar seus melhores anúncios
(um processo simples para enviar tráfego para páginas de captura ou páginas de vendas)

# 4. O que você deve ter em sua página de captura e/ou página de vendas

# 5. Uma sequência de histórias que você pode usar em seus e-mails

# 6. Dicas importantes para sua carta de vendas

Vamos mergulhar?!

# 1 | Um truque simples para os anúncios do facebook quando você não tem idéia do que escrever

Este é um truque copywriting simples que uso para Facebook Ads quando não tenho nenhuma idéia do que escrever.

Na verdade, é bastante simples:

1. Descrição do anúncio
“Descubra neste {PDF / vídeo / booklet / quiz} GRATUITO como {obter resultado: perder 10kg / ganhar $ 3500 por mês com internet / etc}. {Pegue sua cópia grátis agora / Assista ao vídeo agora}.

Se você está direcionando tráfego para uma página de vendas em vez de página de captura, você pode falar algo parecido com isto:

Descubra Nesse {livro/vídeo} Como Você {alcança resultado: perde 10kg/fatura $3500 por mês com a internet/etc}, PROVADO e TESTADO .

{Se você tiver provas sociais: Mais de 23.430 empresários / mães / trabalhadores independentes estão participando.} {Maior Resultado sem objeção: Esta é uma maneira comprovada de suas campanhas trazerem MUITO dinheiro sem perder tempo com informações inúteis.} “

2. Headline
Há muitos conteúdos sobre “fórmulas” de headlines. Os que uso mais para os anúncios são:
>> O verdadeiro segredo para {resultado}
>> Como obter {resultado}
>> O Segredo para {resultado}
>> O guia {opcional: passo a passo} para {resultado}

3. Texto complementar do anúncio (quando no newsfeed)
Costumo descrever o que você terá na isca (ou no produto):
“Aqui está o que você recebe no {PDF / vídeo / quiz}: 1. Como você blablabla. 2. Por que você tem que blablabla.”

4. Tente selecionar algumas relacionadas com o tema (uma inundação de dinheiro, alguém feliz, etc).
Recentemente comecei a usar a ferramenta Canva, é um bom site para criar seus anúncios, se você não é um Picasso 😉

As imagens que criei com o Canva estão funcionando melhor para iscas.

Se você está enviando o tráfego direto para uma página de vendas, pode funcionar melhor para você mostrar uma foto do item que está sendo vendido.

A maior partes dos meus anúncios vão para a página de vendas do meu livro de gatilhos mentais, então mostro diretamente a imagem dele.

Exemplo de anúncio direto para página de vendas:

Tente selecionar 3-10 imagens legais 🙂

Veja esse vídeo complementar para você criar seus anúncios:

 

Agora que temos o nosso primeiro rascunho do anúncio feito, vamos encontrar os melhores.

#2 | Como configurar seus pixels para rastreamento e otimização adequados

Primeiro de tudo, o que vou trazer aqui não é uma regra fixa. As regras e algoritmos do Facebook mudam o tempo todo.

De qualquer forma, ANTES de executar seus anúncios, você deve configurar suas páginas com o código de pixel do Facebook apropriado.

O código de pixel padrão somente aciona PageViews. A questão é: “PageView” não significa nada para otimização.

Você tem que definir o código de pixel EXATAMENTE para o que você quer que o Facebook otimize.

Não sou um expert e não tenho explicação completa sobre por que ele funciona, mas posso dizer que funciona 🙂

Os pixels que você precisa se preocupar são:
1. ViewContent => Defina este código nas páginas que está enviando a maior parte do tráfego. Geralmente coloco em páginas de captura e páginas de vendas. Se tiver um artigo que também envio tráfego (não importa se há uma venda ou não no artigo), eu também defino o pixel “View Content”.

2. InitiateCheckout => Este é um complicado. Nem todas as plataformas de vendas “avisam” ao Facebook que um processo de check-out começou. Então você tem que usar algum tipo de página de redirecionamento para “avisar” o Facebook que seu processo de check-out começou.
Năo se preocupe, vamos falar disso.

3. Purchase => Na maioria das vezes, isso é o que importa 🙂
Quando os usuários acessam essa página, eles já pagaram e você diz ao Facebook o quanto.
Coloque nas suas páginas de “obrigado”. Se você tem um upsell em sua página de agradecimento, ela deve conter o “ViewContent” e o “Purchase” (e o botão de checkout, também deve acionar o “InitiateCheckout “).

Para você configurar seus pixels:

1. Acesse seu Gerenciador de anúncios => Menu Pixels

2. Na guia Pixels, à direita da tela, você verá um pequeno ícone dizendo “View Pixel Code” (ou Visualizar Código do Pixel). Clique nele, e você terá algo como isto:


<!– Facebook Pixel Code –>
<script>
!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘298516287023093’); // Insert your pixel ID here.
fbq(‘track’, ‘PageView’);
</script>
<noscript><img height=”1″ width=”1″ style=”display:none”
src=”https://www.facebook.com/tr?id=298516287023093&ev=PageView&noscript=1″
/></noscript>
<!– DO NOT MODIFY –>
<!– End Facebook Pixel Code –>


Clique nas imagens para ampliar

Veja que o pixel padrão tem apenas um gatilho “PageView”.

Mantenha este código salvo em um bloco de notas, você vai usá-lo algumas vezes.

3. Você tem duas opções aqui:
A. Definir este script global em TODAS as suas páginas (eu recomendo isso), ou …
B. Configurar esse script SOMENTE nas páginas desejadas.

Se você estiver usando o wordpress, você pode usar um plugin chamado Tracking Script Manager.

Para definir um script global, depois de instalar o plug-in, clique nele e você terá a opção de definir o script no cabeçalho ou rodapé do site. Na segunda opção, você dirá se o script é global ou para páginas específicas.

Dê ao seu script um nome (como ‘Global Facebook Pixel’), e coloque o seu código no conteúdo do script.

Agora que você tem seu código global…

Vá para a aba “Adicionar Novo” (ou “Add New”) novamente, e desta vez escolha “Não” na segunda opção.

Você terá que selecionar se deseja colocar o script nas “Publicações” ou “Páginas” do seu site.
Por enquanto, escolha SOMENTE suas páginas de captura, artigos e páginas de vendas (e não as páginas de “agradecimento”). Você terá que fazer isso um por um.

Escolha sua página ou postagem na lista, dê um nome (como: ‘ViewContent para Landing Page 1’) e simplesmente adicione o script:


<script>
fbq(‘track’, ‘ViewContent’);
</script>


Agora que configuramos o Pixel ViewContent, faça o mesmo processo para encontrar sua página de agradecimento após uma compra e adicione:


<script>
fbq(‘track’, ‘ViewContent’);
fbq(‘track’, ‘Purchase’, {value: 297, currency: ‘BRL’});
</script>


Se você tem uma página de agradecimento para LEADS, faça o mesmo processo, mas em vez disso, adicione o pixel de rastreamento “Lead”:


<script>
fbq(‘track’, ‘Lead’);
</script>


E o último, o InitiateCheckout. Se você não pode colocar o mesmo código em sua página de check-out, você tem que usar uma página de redirecionamento. Se puder conf, ignore estes passos.

Eu uso um plugin chamado Retargetengine

Depois de instalá-lo, clique no plug-in e clique em “Adicionar Novo”.

Dê um nome e, no campo “URL da campanha”, coloque o link da página de checkout (como: https://www.paypal.com/cgi-bin/webscr?cmd=_s-xclick&hosted_button_id=XXXXXXXXXX – coloque o checkout apropriado Página aqui).

Coloque seu código Facebook com a adição do InitiateCheckout:


<script>
fbq(‘track’, ‘InitiateCheckout‘);
</script>


Clique nas imagens para ampliar

Você terá um url personalizado criado, e você colocará este URL como o alvo de seu botão de compra.

Quando os usuários clicarem no botão “comprar agora”, eles serão redirecionados para este link que informa ao Facebook que um Checkout foi iniciado.

Então, antes de prosseguir, verifique se você tem:
1. Seu código global de pixel do Facebook
2. Seu código de pixel do Facebook específico para as páginas:
>> ViewContent em artigos, cartas de vendas e páginas de agradecimento
>> Leads depois de opt-ins
>> Purchase após uma venda bem sucedida
>> InitiateCheckout quando o processo de check-out é iniciado

Agora, vamos em frente.

#3 | Como testar e encontrar seus melhores anúncios (um processo simples para enviar tráfego para páginas de destino OU cartas de vendas)

Agora as coisas ficam divertidas.

Há toneladas de coisas que podemos fazer com esses anúncios, mas vamos nos concentrar em conversões.

1. Vá para o Gerenciador de anúncios
2. Clique em “Criar anúncio”
3. Escolha o seu objetivo de marketing como conversões
4. Escolha o que você deseja que o Facebook otimize: Leads, ViewContent, InitiateCheckout ou Purchase


Clique nas imagens para ampliar


Nota rápida:
Se você está começando com os anúncios (ou com a configuração adequada), você tem que “aquecer” o pixel do Facebook. Então, se essa é sua primeira execução, escolha o objetivo “ViewContent”.

Como uma “regra”, o processo de aquecimento é:

ViewContent => Lead (se você trabalha com opt-ins) => InitiateCheckout => Purchase

Quando seu objetivo de conversão estiver suficientemente “quente”, você o altera para o próximo.

Então, imagine que você esteja trabalhando com uma isca. Se depois de 1 dia você receber 25 “ViewContent”, você pode alterar o objetivo da campanha para “Leads”. Se você tem uma página “Obrigado” com uma venda, depois de 25 “Leads” você pode mudar o objetivo da campanha para “InitiateCheckout”.

E depois de 25 “InitiateCheckout”, você pode alterar o objetivo da campanha para Purchase.
Por que isso é importante? Porque o Facebook otimizará constantemente seus anúncios para cada “etapa” de sua campanha.


5. Escolha seu público-alvo.
Esse é chave. Novamente, se esta é a primeira vez que você faz Facebook Ads, você pode definir só um filtro de idade e país.
Este processo inicial ajudará o Facebook a trazer as melhores pessoas para você.
Se você JÁ sabe quem você está atraindo, você pode criar um público semelhante, e filtrar por interesses específicos.

 

6. Posicionamentos:

No início eu só uso posicionamentos no Facebook, e não incluo Instagram, mas depende do seu público-alvo.

 

 

7. Orçamento:

Como vamos fazer um monte de testes, sugiro que você escolha escolher um orçamento de $ 5 / dia e escolha uma janela de conversão de “1 dia após clicar”, porque isso trará resultados mais rápido.

Há mais informações personalizadas que você pode preencher, mas não se preocupe com eles agora. Vá para a página seguinte e agora estamos no criativo do anúncio.

Novamente, você tem muitas opções, e aquela que funciona melhor para MIM, ainda é um anúncio de imagem única.

Então, para este guia…

8. Escolha o formato para Imagem única

9. Selecione a sua imagem
(se você passou pela etapa # 1, você já tem uma boa imagem. Você também pode procurar algumas Imagens Gratuitas que o próprio Facebook disponibiliza).
Se você tem mais de uma imagem, usaremos em breve.

9. Agora, basta configurar a URL do seu site
(a página opt-in, carta de vendas ou artigo), o título e os textos.
Nas “opções avançadas” você pode colocar seu texto extra para a descrição do newsfeed.

10. Normalmente ter uma chamada de ação aumentar as conversões.
Se é um anúncio “ir para o ponto” (“compre meu produto”), uso uma Chamada de “Comprar Agora”. Você pode usar “Saiba mais” e qualquer outro CTA apropriado.

11. Revise tudo e clique em Efetuar pedido.

Ok, até agora você já deve ter visto algo parecido.

Depois de fazer o pedido, você pode criar um anúncio semelhante.

Ao criar um anúncio semelhante, você tem a opção de usar o mesmo conjunto de anúncios e a mesma campanha.

Para testes iniciais, você pode fazer o seguinte:

12. Para cada imagem selecionada na etapa 1, crie um NOVO conjunto de anúncios com um orçamento de $ 5 / dia.

Mas espere, não saia ainda criando 20 conjuntos de anúncios para a sua campanha 🙂

Lembre-se que trabalhamos com dados. Então é bom testar imagens semelhantes.

E também, se houver muitos conjuntos de anúncios em sua campanha, o Facebook não sabe o que otimizar …

Portanto, para cada CAMPANHA, crie um MÁXIMO de 4 Conjuntos de anúncios (cada um testando uma imagem), com $ 5 / dia.


Dê um nome para cada conjunto de anúncios para saber o que está testando.

Eu costumo dar nomes como o seguinte:


Campanha 1 – Leads – Interesse 1

Conjunto de anúncios 1 – Imagem 1
Conjunto de anúncios 2 – Imagem 2
Conjunto de anúncios 3 – Imagem 3
Conjunto de anúncios 4 – Imagem 4

Campanha 2 – Leads – Interesse 1

Conjunto de anúncios 5 – Imagem 5
Conjunto de anúncios 6 – Imagem 6
Conjunto de anúncios 7 – Imagem 7
Conjunto de anúncios 8 – Imagem 8

Campanha 3 – Leads – Interesse 1

Conjunto de anúncios 9 – Imagem 9
Conjunto de anúncios 10 – Imagem 10
Conjunto de anúncios 11 – Imagem 11
Conjunto de anúncios 12 – Imagem 12


Exemplo de resultado de testes

Clique na imagem para ampliar

Neste cenário de teste (que eu executei de verdade!), tinha 3 campanhas, com 12 conjuntos de anúncios, cada um com um orçamento de $ 5 / dia ($ 60 / dia no total).
Se essa quantidade é demais para você, você pode começar com valores mais baixos e menos imagens.

Mas entenda que o PROCESSO é importante.

Agora vem a parte mais desesperadora do teste:
Rodar os anúncios… e esquecê-los por 3 dias.
Sim, eu sei, isso é uma merda.
Mas é o tempo que o Facebook leva para realmente trazer resultados.

No terceiro dia (ou no quarto, se você aguentar a tensão 🙂 ), você provavelmente terá um “Top 3” de imagens.

Você tem duas opções agora…
Você pode simplesmente aumentar seu orçamento para os anúncios com melhor desempenho (e atualizar o objetivo da campanha de acordo com o passo 4 desta seção) ou jogar como gente grande.

Suponha que você seus “Top 3” vencedores são:

Campanha 1 – Leads – Interesse 1

Conjunto de anúncios 1 – Imagem 1
Conjunto de anúncios 3 – Imagem 3

Campanha 2 – Leads – Interesse 1

Conjunto de anúncios 6 – Imagem 6

Neste exemplo, não houve vencedores na “Campanha 3”, e temos 2 anúncios com um bom desempenho na Campanha 1.

Agora você move a “Imagem 3” para uma NOVA campanha, e você terá 3 campanhas com apenas UM anúncio cada.

Deixe essas campanhas rodando (e eu realmente sugiro que você aumentar o seu orçamento neste momento).

E agora você tem algumas opções de teste:

A. Testar diferentes interesses
Para cada interesse que pode conectar com seu público-alvo, execute um teste com um dos seus melhores anúncios.

B. Testar imagens diferentes
Se você selecionar o público certo, 75% do sucesso de um anúncio no Facebook está na imagem. Repita o processo inicial, e você pode encontrar uma imagem que vai alavancar muito sua taxa de clique (CTR)
Após este processo eu consegui ir de $ 6 / lead para $ 1,5 / lead. Meu custo por venda antes era de cerca de $ 20 para um produto de $ 7, e hoje é $ 15 / venda para um produto de $ 25.

C. Em seguida, depois de encontrar os melhores interesses e imagens, teste sua headline
Sigo o mesmo processo acima, com o meu anúncio de melhor desempenho.

Eu crio algo como isto:
Campanha 30 – Melhor Anúncio de Todos – Teste de Headline 1

Conjunto de anúncios 1 – Headline 1
Conjunto de anúncios 2 – Headline 2
Conjunto de anúncios 3 – Headline 3
Conjunto de anúncios 4 – Headline 4

Campanha 31 – Melhor Anúncio de Todos – Teste de Headline 2

Conjunto de anúncios 2 – Headline 5
Conjunto de anúncios 3 – Headline 6
Conjunto de anúncios 4 – Headline 7
Conjunto de anúncios 5 – Headline 8

Campanha 32 – Melhor Anúncio de Todos – Teste de Headline 3

Conjunto de anúncios 9 – Headline 9
Conjunto de anúncios 10 – Headline 10
Conjunto de anúncios 11 – Headline 11
Conjunto de anúncios 12 – Headline 12

E novamente… deixe correr por 3 dias, e encontre sua
melhor headline.

Depois de TODO este processo (interesse, imagens e headlines), você pode testar variações nos textos do anúncio. Como a melhoria não é algo que irá disparar seus resultados, eu não vou detalhá-lo aqui, mas agora você sabe como fazê-lo.

Se você seguir todas os passos acima, em duas semanas você terá um anúncio que está esmagando de resultados.

Para acompanhar os resultados, você pode adicionar colunas personalizadas no seu relatório do Facebook Ads Manager. Eu geralmente monitoro as conversões do Pixels, para descobrir rápido o que está funcionando.

Clique na imagem para ampliar

No painel do gerenciador de anúncios, há uma lista suspensa onde você pode escolher as colunas.
Eu coloquei uma foto sobre como você painel pode ser configurado. Note que minha campanha “C3” está prestes a parar porque não está convertendo bem.

Então, agora você deve ter um anúncio de alto desempenho … que está enviando toneladas de tráfego para sua página de destino ou carta de vendas.

Agora, a maior questão é:
Suas páginas estão se convertendo?

Vamos descobrir.

#4 | O que você deve ter em sua página de captura ou carta de vendas

Quando você envia tráfego para uma página, geralmente deseja que as pessoas façam opt-in ou comprem. Existem outras estratégias que você pode usar, como o remarketing, mas para hoje vamos cobrir o 80/20 que você precisa.

Apenas um parênteses: hoje estou usando o remarketing APÓS enviar pessoas para minha página de vendas.

Meu anúncio com melhor desempenho tem uma taxa de conversão de 10% nas vendas e todos os que vêem a página, mas não compram, são enviados para um artigo por meio do remarketing.

Ainda não tenho os números finais, mas os resultados são promissores 🙂

De qualquer forma, você está enviando pessoas para a sua página de captura ou página de vendas.

O que deve ter neles?

1. Páginas de captura
Acredite em mim quando digo que sou um viciado em simplicidade. Esta é a minha página de opt-in, com cerca de 60% de conversão:

>> Curso Gratuito de Copywriting: 60% de opt-in <<<

A estrutura geral de uma página de captura de alto desempenho é:

A. Título e subtítulo
Idealmente é o mesmo e / ou uma expansão do título do anúncio.
No meu caso, o anúncio diz “Palavras que vendem: Curso Gratuito de Copywriting”.

O título da Landing Page reforça:
“Curso Gratuito de Copywriting
Descubra o poder das palavras que vendem e o poder da influência positiva para uma mensagem persuasiva.”

B. Chamada à Ação
“Acesse Agora o Curso Gratuito e receba 12 dicas rápidas sobre os fundamentos do copywriting.”

Eu uso essa chamada como um apelo adicional para as pessoas fazerem opt-in. Você não só receberá um curso gratuito, como também terá um bônus.

C. Detalhes da isca.
Costumo escrever 6 bullets sobre o ímã principal com um resumo do que você vai receber.

Lembra o texto complementar do seu anúncio? Muitas vezes pode ser muito semelhante.

Gosto de dizer coisas como “O Segredo para {resultado}”, “Como fazer {algo}”, “O Poder de {algo incrível}” …

D. Opcional (mas desejável)
Eu não uso muito para mim, mas em sua página de destino você também pode ter um pequeno texto apresentando-se. Forneça suas credenciais e mostre sua foto para mais conexões com você.
Com este simples “ajustes”, suas páginas de captura tendem a converter muito bem.

Essa página simples converte cerca de 60% dos visitantes em leads.

Veja o Vídeo Complementar: Copy Para Sua
Landing Page

2. Página de vendas


 


Clique nas imagens para ampliar

Ok, agora estamos na (segunda) parte mais divertida.

Veja, sou um animal de e-mail marketing, muitas vezes vendo coisas sem criar uma página de vendas. É por isso que as carta de vendas são a segunda parte mais divertida 😉

Se você estiver enviando tráfego direto para a página de vendas, os elementos principais são:

A. Headline
Deve ser intrigante e fazer as pessoas quererem comprar.

Simples assim. Quanto mais específico, melhor.

Imagine que você está vendendo um livro sobre cozinhar. Em vez de dizer “Compre o livro surpreendente do cozinheiro reconhecido internacionalmente” (que não é uma headline *tão* ruim), você poderia dizer…

“Descubra 16 RECEITAS provadas reveladas por esse cozinheiro espanhol
E você vai perder 10 kg em apenas 6 semanas
Agora você terá refeições saudáveis, divertidas e DELICIOSAS que você pode cozinhar em menos de 30 minutos “

Eu não preciso perder peso, mas isso me interessa;)

B. Sub – Headline
Eu costumo usar uma declaração “Se – Então” aqui.

“Se você quer alcançar resultados, e você {sofre com dor: não pode ir ao ginásio, está cansado de perder dinheiro com anúncios}, então esse pode ser um divisor de águas para você {conseguir transformação: transformar sua vida , ganhar o dinheiro que você merece, se aposentar, viajar pelo mundo}

C. Chamada à Ação
Lembre-se que estamos falando de tráfego frio enviar direto para uma página de vendas.

Se você escolher o público-alvo CERTO com o anúncio CERTO, pode pedir uma venda agora.
Meu anúncio está explicitamente dizendo que estou vendendo um livro. Se você clicar no link, eu vou vender o livro para você com certeza 🙂

Sua chamada para ação pode ser tão simples quanto:
“Acesse agora as 16 receitas para você perder peso enquanto se diverte na cozinha”

É uma boa prática mostrar a “capa” produto no mesmo nível do seu CTA

D. Depoimento Rápido
Eu não gosto de super explorar prova social, mas funciona.
Coloque um depoimento aqui (se você puder, escolha um que mostre resultados)

E. Apresentação Rápida
Eu costumo dizer algo como isso nesta parte:

“Meu nome é {nome}, sou {títulos: empresário e consultor de negócios} e nos últimos dois anos {alcancei mais de 1,5M em vendas}.

Tenho que dizer algo muito importante.
{Sobre o que é o produto: Este livro é sobre estratégias de negócios e comunicação persuasiva}.

Se você tentou estudar sobre isso, você sabe como é difícil encontrar material de qualidade.
{Resumo rápido de por que seu produto é importante: Nosso cérebro é projetado para apenas uma coisa: sobreviver. Todas as nossas decisões são tomadas com base nisso. blablabla}

F. O que há no produto e valor
“Eu trago para você 16 receitas provadas para você perder peso, sem ficar desesperado na cozinha, cozinhando por longas horas com ingredientes estranhos.

Você acessa o {livro / curso} por $ 27, e você também recebe … “

G. Bônus
Auto-explicativo 🙂

H. Botão de vendas:
“Eu quero o {livro / curso} agora”

I. Bullets, bullets, bullets

J. Outro botão para comprar 🙂

K. Depoimentos

L. Botão para comprar

M. Fechamento
Faça um lembrete final sobre o que o cliente recebe.

“Esta é uma oportunidade única para receber este conteúdo exclusivo.Você terá 2 bônus de vídeo, 1 bônus extra e outro grande bônus”

N. Compre novamente
Minhas páginas não são perfeitas, mas converto em média 10% de vendas com tráfego frio.

Uma das minhas páginas TOP que você pode estudar é a do meu livro de gatilhos mentais: http://copycon.com.br/livro-gatilhos-mentais

É uma estrutura que estudei de alguns grandes copywriters e cheguei nesse modelo.
Veja, não sou um gênio, sou apenas um estudante que tenta quebrar tudo em pequenos pedaços 🙂
Então, meu querido amigo, se você ainda está aqui, sua cabeça pode estar explodindo com idéias…

Veja o Vídeo Complementar: Copy Para Sua
Carta de Vendas

Mas ainda não terminamos.

#5 | Uma sequência de histórias que você pode usar em seus e-mails

Agora estou animado. Existem muitos modelos que você pode usar mas existem três modelos de história que eu uso a maior parte do tempo com e-mails.

Todos eles trazem excelentes resultados.

Mas ANTES de escrever as histórias, você precisa definir duas coisas:

1. O que você quer que seu lead faça
2. O que você precisa que seu lead sinta

Se você quer que eles compram, eles precisam sentir medo de não resolver um problema, e ter uma luz de esperança.

Ou, se você também quer que eles comprem, quero que eles sintam que a vida deles é uma droga. É uma merda de um emprego, relacionamento, salário… e você poderia ter uma vida muito melhor viajando pelo mundo. Ou trabalhar online. Ou fazendo massagens. Ou tirar fotos. Ou pintar casas.

Você pegou a idéia 🙂

Se você ativar a emoção certa, você pode vender praticamente qualquer coisa.

Gosto de estruturar minha sequência de narração em 3 grandes atos:

1. Como as coisas são ótimas
2. Como as coisas são péssimas
3. Como as coisas péssimas são superadas por coisas ótimas

Ato #1: Coisas Ótimas

Você pode trabalhar isso como um e-mail inicial, ou o início de uma nova sequência.

O objetivo deste e-mail é ativar o DESEJO para a vida que seu cliente quer alcançar, e abrir um loop para um grande ponto de DOR.


“Eu (resultado alcançado: perdi peso, sou um empresário de sucesso, etc), e agora tenho {vida desejada: casa de luxo, viajo o mundo, tenho homens/mulheres implorando para estar comigo}.

Apesar desse sucesso, a vida nem sempre foi assim.

Eu era como você {gordo, trabalhando 20 horas / dia}, e estava {tendo problemas: baixa auto-estima, sem namorados / namoradas, sem dinheiro}.

Estava decidido a fazer uma mudança. Eu deveria ser um MESTRE da minha vida, não um fantoche.

Se você acha que foi fácil, eu tenho duas notícias para você. A boa notícia é que é possível você fazer o mesmo que fiz.
A Má notícia… vou te dizer no próximo e-mail “


 Ato # 2: Coisas Péssimas

Aqui está o grande ponto de dor.

Quais desafios seu cliente enfrenta?

Diga como você enfrentou todos eles (e como você “cagou” tudo).


“No último e-mail disse a você que é possível {obter resultado}.

A má notícia é que não é fácil. Pelo menos, não foi para mim.

Eu {comecei a procurar uma solução}, mas só encontrava porcaria.

Depois de uma longa pesquisa, encontrei algo que poderia funcionar.

Eu {testei um método, ou algo semelhante}, e …

Em vez de {resultado} acabei {indo para o oposto: ganhei peso em vez de perder}

{Vá mais fundo em como as coisas correram mal}

Estava sentindo um merda. Pensei que nunca conseguiria {obter resultado}.

Comecei a calcular qual andar iria causar uma morte imediata quando me jogasse, de tão desesperado que estava.

Mas a minha sorte (na verdade um mendigo deitado na calçada que me fez meter a cara no chão), eu vi uma pequena loja dizendo: ‘Ervas naturais para perder peso’.

Sim, de verdade.

O que aconteceu lá, você vai descobrir amanhã. “


Você pode ter histórias muito divertidas e interessantes 🙂

Elas só tem que ser verdade, e resolver a dor de seus clientes.

E eu ainda não tenho idéia porque as pessoas gostam de descobertas acidentais 🙂

Ato #3: Como as coisas péssimas são superadas por
coisas ótimas

O grande ato final é como você chega à sua solução.
Você ainda tem que lidar com a dor de seus clientes aqui.


“Eu entrei na loja e conversei com o proprietário. Ele me convenceu a testar uma planta chinesa xyz que foi comprovada para perder peso.

No começo eu não acreditei. Provavelmente o sabor seria horrível. Levaria muito tempo para se preparar.

Mas depois de duas semanas pensando sobre essa planta, eu decidi tentar. Se nada funcionou antes, provavelmente isso também não funcionaria, então eu poderia parar de pensar nisso.

Experimentei a planta … e era de.li.ci.o.sa.

Uma semana depois eu perdi 2 Kg.

Eu estava espantado pra c****e!

E agora que sei como funciona esta planta, quero que você tenha os mesmos resultados. “


E entre na sua oferta.

Existem muitas estratégias com o e-mail marketing… existem muitos modelos de história …
Mas este é um modelo simples que funciona. Hoje eu uso muito a “Grande Descoberta” e “Eu não consegui encontrar então criei”, que aprendi em detalhes com o Roy Furr.

Também estou tendo resultados surpreendentes com o modelo blockbuster de histórias do Michael Haughe. Mas a essência é sempre a mesma. As histórias envolvem, e as pessoas amam. As melhores histórias ganham.

Veja o Vídeo Complementar: Como Você Escreve E-mails Que Vendem

#6 | Dicas importantes para sua carta de vendas

Agora você tem uma visão macro do processo.
Desde o anúncio, a página de captura, a página de vendas, a sequência de e-mails…

E agora?
Na verdade, existem três coisas que você deve sempre ter como um “checklist”.

1. Você construiu sua Credibilidade?
>> Você pode provar seus resultados?
>> Existem outras pessoas falando sobre você?
>> Você foi mencionado por uma grande marca?
>> Você fornece fatos para apoiar seus argumentos?

2. Você construiu as Emoções certas?
Quando você conta suas histórias, e mostra o seu produto, o seu prospect sente um desejo inacreditável de fugir da dor, e obter prazer?

3. Você justifica a decisão de compra?
Se você fizer seus clientes confiarem em você … e eles têm o “quadro emocional” certo para comprar … Você só tem que dar justificativas, como preço, contraste e data final.

Ah sim, coloque uma data final para sua oferta sempre que possível.

Você vai vender muito mais 😉

Esses 3 princípios servem para e-mails, cartas de vendas, páginas de captura e anúncios.
Sempre olhe para eles em qualquer coisa que você quer vender.

Lembre também que você precisa conhecer o seu público e o seu produto em profundidade. Apenas assim você cria uma comunicação que vai nas emoções certas, e entrega valor REAL ao seu cliente.

Veja os Vídeos Complementares: Defina Seu Avatar
e Sua Oferta

Espero que tenha gostado deste rápido tutorial.

Acesse também: O Livro de Ouro dos Gatilhos Mentais, com 32 Estratégias PROVADAS de Negócios e Copywriting Para Você Vender Mais

Compartilhe no Facebook

Lembre… mais importante que as palavras que você usará… você precisa se preocupar em TRANSFORMAR A VIDA DO SEU CLIENTE.
Se empenhe nisso, e as vendas virão.

À Sua Riqueza e Felicidade!

Gustavo Ferreira

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.