7 Fontes De Trafego Para Seu Negócio

By on 15 de outubro de 2015

Do Escritório de Gustavo Ferreira
Quinta-Feira – 15/10/2015

Caro Amigo,

Hoje é um dia especial!

Porque estou preparando muitas novidades para você… e se você já me acompanha há um tempo… sabe que sempre entrego *um pouco* a mais do que prometi (umas 10 vezes a mais, quando estou inspirado 😉 )

E hoje quero trazer algo… diferente para você.

Na verdade esta é uma versão resumida de uma das minhas Cartas de Ouro Para Empresários (a 8ª Carta para ser específico), onde trago fontes de tráfego para seu negócio.

Afinal, você precisa atrair clientes, correto? Se você é profissional autônomo ou tem seu próprio negócio (físico ou digital), precisa atrair clientes para… vender.

Por isso trago rapidamente 7 fontes de tráfego para você atrair uma avalanche de tráfego (e a internet é apenas uma delas 🙂 ).

Preparado?

Primeira Fonte de Tráfego: Internet

Sim, esta é uma das fontes de tráfego mais óbvia nos dias de hoje…

A internet é uma ferramenta indispensável para sua empresa porque você pode alcançar o mundo inteiro através do seu site e das suas redes sociais.

Quais as principais formas de utilizar a internet de forma a ter resultados?

E-mail marketing: É a fonte de tráfego mais simples, mais eficaz e mais barata de todas!

É uma fonte de tráfego direta que você pode tanto trabalhar seu brand (enviando artigos e histórias), ligando diretamente a um resultado ou oferta.

Seu site: estou considerando blog como um canal à parte, ok? Se você tem um site que oferece diretamente seus produtos ou serviços, é um canal de tráfego para você, tanto orgânico quanto pago.

Pense o seguinte: cada página deve ter um objetivo único e específico. Seja ligar para você ou concluir a compra, ou deixar um e-mail. Menos é mais.

Seu blog: muito parecido com o seu site, a diferença é que aqui você se relaciona de forma mais pessoal com seu público, você conversa com ele.

Mesmo que você esteja fazendo um post para falar de uma oferta, você ainda está conversando com seu público.

Outros sites e blogs: Se há outros sites e blogs relevantes no seu nicho… você pode fazer uma publicação neles, um “guest post”.

Tente, se possível, não comprar a publicação. Gere valor real para os visitantes que você veiculará sua publicação, e o mesmo vale se você pagar! Gere valor real!

Com isso você atrairá novos clientes para o seu site, e a melhor forma de fazer isso é entregar um presente gratuito… onde os novos visitantes apenas deixam nome e e-mail e… caem na sua categoria de tráfego mais barata. 🙂

(às vezes me sinto malvado com essas estratégias)

Fóruns: Dependendo do seu nicho podem existir fóruns muito bem movimentados e interessantes. Por exemplo, se eu fosse atuar no mercado de turismo, o primeiro fórum que eu estaria presente é o do Mochileiros.

Facebook: Há pouco tempo o Facebook teve em um único dia 1 bilhão de acessos.

Ou seja… você precisa estar lá porque seu cliente também está lá.

Há várias maneiras de utilizar a plataforma, mas a principal é… crie artigos relevantes em seu site (que tenham algum objetivo de conversão), use uma headline poderosa… e publique!

Assim você tanto gera relacionamento quanto atrai tráfego para seu site.

(viu como não há segredos?)

Pinterest: se você trabalha principalmente com e-commerce, esta é uma ótima forma de você divulgar seus produtos.

Porém, mesmo outros serviços (como palestras, eventos, e mesmos serviços que podem ser “mostrados”) podem ser “pinnados” em boards públicos.

Dependendo do seu nicho, você pode atrair uma avalanche de tráfego desse canal.

(dica: “pine” posts populares que você será “repinado” mais vezes… e mais pessoas verão seus pins)

Linkedin: O Linkedin é uma rede social “profissional”, ou seja… se você tem um público mais corporativo, ou “sério” (para não falar chato), este pode ser um ótimo canal.

Não recomendo investir em Ads porque é muito caro (meu recorde foi 14 reais por um clique), mas… otimize seu perfil pessoal (ou da sua empresa) para os principais serviços que você oferece.

Utilize a rede Pulse para publicar artigos relevantes (que podem ser “partes” do artigo do seu site).

40% das pessoas que você visualiza o perfil… verão seu perfil de volta.

Ou seja, otimize seu perfil ao máximo… e saia bisbilhotando perfis 🙂

(eu não falei que ia te ensinar um jeito bonito de conseguir tráfego, eu apenas falei que ia ensinar como conseguir tráfego 🙂 )

Twitter: Essa rede eu nunca entendi, mas ela é engraçada porque vi algumas pessoas usando recentemente… e se tornou um “Facebook Express” para passar o tempo e ver o que está acontecendo.

Na prática, você pode “tuitar” influenciadores, e mandar tweets para eles sobre assuntos relevantes…

Se eles gostarem, podem replicar seu tweet e você entra em uma onda de tráfego.

Periscope: eu até ia colocar junto com o Twitter, mas essa rede merece atenção especial… é um serviço de transmissão ao vivo e que as pessoas tem adorado.

Na prática: Crie “scopes” relevantes (ou seja, faça uma headline decente) e você conseguirá público.

Sim, isso mesmo.

Agora, o grande pulo do gato é… durante o “scope” você simplesmente fala para as pessoas irem no Facebook comentar, ou você menciona rapidamente que em seu site há um produto específico sobre o tema x…

E as vendas acontecem.

(oi, pulei a parte do tráfego? :))

Bem, acabei de falar apenas da primeira fonte de tráfego, que é a internet…

Você precisa sempre mapear e medir as suas ações. Por isso, a cada ação, a cada canal, você precisa responder ao seguinte:

Para o canal _______ eu fiz a ação _______ por um custo de ______ e obtive ______ em visitas, _______ em e-mails e __________ em vendas.

Uma única frase responde tudo que você precisa.Fontes de Trafego, plano estrategico de marketing, marketing de resultados, copywriting, copywrite, copywriter profissional, como gerar trafego

2ª Fonte de Tráfego: jornais e revistas

Aha! Por essa você não esperava, certo?

Como jornais podem ser uma fonte de tráfego?

Veja, não estou falando de matérias espontâneas, estou falando de contratação de espaços publicitários.

Basicamente você pode fazer isso de duas formas:

  1. Faça um anúncio tipo “banner” mesmo com uma mensagem mais ou menos assim (adapte para seu negócio):
    “ATENÇÃO! Baixe Agora Um Relatório GRATUITO Personalizado Sobre ______!
    Acesse Agora www.seusite.com.br/relatorio”.
  2. Faça um publieditorial… que é como se fosse um artigo normal seu, em formato de editorial. Mesmo sendo um espaço pago, se for interessante as pessoas irão ler… e no final do seu artigo editorial… Você pode fazer a mesma chamada acima do relatório gratuito, ou dar direto o seu número de contato.

Lembre, você precisa medir. Então, o ideal é você criar links e códigos de controle únicos para cada uma das campanhas para você medir diretamente o retorno de cada uma.

3ª Fonte de Tráfego: Outdoors

Oi?

Sim, eu quero explodir sua cabeça! No bom sentido, claro.

Imagine um outdoor assim:

“Não compre um carro usado antes de escutar esta mensagem gravada gratuita. Ligue agora para 0800-xxx”.

Basicamente esta mensagem é uma carta de vendas explicando os principais pontos que você deve prestar atenção quando estiver procurando por um carro usado… e no final você fala algo como: “Se você quiser conferir todos estes itens, pode vir à nossa loja em tal endereço, ou continue na linha e deixe seu contato que ligo de volta para você.”

4ª Fonte de Tráfego: Rádio

Na verdade essa estratégia se torna muito simples depois que você passa pelas estratégias anteriores.

Porque na verdade é a mesma comunicação (que você já testou) anunciada no rádio.

Claro que aqui ainda estou falando de você comprar espaço, mas… funciona!

Também no rádio geralmente funciona melhor as pessoas ligarem para um número 0800 pedindo algo.

5ª fonte de tráfego: Televisão

Acho que você nunca viu um curso de marketing digital falando para você não usar marketing digital, não é?

Justamente porque não dou “cursos” de marketing digital. Eu crio negócios sólidos e lucrativos.

A televisão funciona basicamente de três maneiras:

  1. Espaço pago: você compra comerciais ou espaço em programas. Polishop é sua referência. Lembre, você precisa medir sua resposta!
  2. Mídia espontânea: você conseguiu uma assessoria de imprensa que conseguiu fazer você ser interessante para aparecer em uma entrevista.
    Aqui não tem jeito, você trabalhará seu branding, mas lembre que o restante da sua comunicação em seu site, por exemplo, tem que estar amarrada com suas ações de resultado direto.
  3. TV paga: Alguns apresentadores de talk shows podem se interessar em te chamar para uma entrevista “vendedora” se eles ficarem com 50% do seu faturamento.
    Eu ainda não vou me arriscar nisso tão cedo (talvez em 2017), mas é um ótimo caminho.
    Porém, lembre do preço: você já precisa ter sua estrutura funcionando.

E você pensando que televisão estava morta, não é? 🙂

6ª Fonte de Tráfego: Mala Direta e Impressos Pelo Correio

Sim, aqui é uma volta às origens. Imagine que não existe a internet… as pessoas se comunicam por… cartas.

Teoricamente é um modelo simples, concorda? E é.

Você precisa de uma estratégia de acompanhamento do seu cliente muito bem desenhada.

Se você fizer uma ação isolada, ou seja, um único envio de comunicação impressa… você achará que foi um tiro perdido, quando na verdade… seu cliente simplesmente ainda não está pronto para comprar de você.

Na prática é como usar o e-mail para fazer vários disparos sobre uma campanha… mas como existem muitas regras e custos para envios de cartas físicas… coloco esta alternativa como mais complexa que as anteriores.

Você pode tanto enviar “cupons de desconto”, convites para eventos, como oferecer os mesmos presentes gratuitos através da internet ou número de telefone 0800. E mesmo suas cartas de vendas inteiras!

Sim, essa é, na minha opinião, a estratégia mãe das outras estratégias, e estou começando aos poucos a dominá-la.

Se você quer um negócio lucrativo e escalável de verdade precisa aprender a utilizar este meio de comunicação.

7ª Fonte de Tráfego: Local

Há uma frase que irá atrair uma enxurrada de tráfego para você.

E ela vem acompanhada de uma “inha” que deixa as operadoras de cartões de crédito felizes da vida.

Chamo essa fonte de tráfego de dupla “ão-inha”.

É sua PromoçÃO… em apenas 12 parcelINHAS.

Essa fonte de tráfego na verdade é a mais simples de todas… você só precisa ter uma oferta irresistível… e alguns papéis sulfites (ou faça em papel cartão para deixar bonito).

A dupla “ão-inha” é fatal (para os donos dos cartões).

Só tem um problema.

Você precisa… medir.

Porque você pode usar isso tanto para o mundo físico quanto virtual (espalhe a promoção pelas redes sociais).

Mas a grande complexidade disso é saber medir a origem do tráfego.

Resolva esta equação e use à vontade. 🙂

Você é profissional autônomo, empresário digital, ou dono de pequenos negócios? Conheça as Cartas de Ouro Para Empresários!

Gostou deste artigo?

Deixe seu comentário!

À Sua Riqueza e Felicidade!

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.

One Comment

  1. Pingback: Como Aumentar o Tráfego do Site Organicamente (3 doses 80/20) - CopyCon

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *