A Copy Completa (e porque não crio “um” e-mail)

By on 13 de julho de 2018
Copywriting - Carta de Vendas Completa

Do Escritório de Gustavo Ferreira
Sexta-Feira, 13/07/2018

 

Imagine o seguinte cenário…
 

Você está em um dia comum, navegando pelo feicebuk (sic), e no meio das mensagens de bom dia, política e bichinhos fofos, você vê um anúncio que te chama a atenção.
 

Você clica no anúncio, e vê uma página que você gosta, e te deixa curioso (e com vontade) de saber mais sobre o que está sendo falado.
 

Então você deixa seus dados (nome, e-mail e telefone), e deixa mais algumas informações.

 
Na página seguinte, você vê um vídeo, que ao mesmo tempo te convida para participar de um grupo (no “feice” ou no “zap”), e fala que enviou um presente para seu e-mail.
 

No seu e-mail você recebe um e-book.
 

15 minutos depois que você fez o seu cadastro, uma pessoa da empresa liga para conversar com você, tira algumas dúvidas, e te convida para vir conhecer o local.
(ou vir tomar um café).
 

Então você marca o café, recebe um lembrete no seu e-mail e no “zap”, e é recebido pela recepcionista, e depois encontra com a pessoa que você conversou pelo telefone.
 

Vocês conversam, e você continuando interessado, ao sair do café recebe mais uma série de e-mails (e alguns “zaps”) perguntando se você gostou, e se tem alguma dúvida.
(e se você não foi, também recebe um follow-up para reagendar)
 

Então você entra em um fluxo de conversas por telefone, presenciais e on-line, e no fim das contas você acaba comprando aquele produto ou serviço que você viu inicialmente.
 

Agora imagine…
 

Que cada um desses “passos” é meticulosamente pensado e planejado.
 

Porque a cada etapa do processo, você precisa estar em um “quadro mental” diferente para avançar.
 

Claro, nem sempre é possível, nem fácil, nem barato criar um processo completo como esse.
 

Mas é o motivo porque não crio “um e-mail”, ou “um vídeo”, ou “uma carta de vendas”.
 

Porque você precisa de uma estratégia completa.
 

Você precisa de uma “copy” completa, em todos os passos do seu negócio.
 

E quando isso acontece, você tem um mundo novo de possibilidades à sua frente.
 

Agora, de 0 a 10…
 

Que nota você dá para seu processo de follow-up com seu cliente?
 

Responda nesse post no grupo do Facebook.
(se você ainda não faz parte, terá que pedir seu acesso)
 

À Sua Riqueza e Felicidade!
 

Gustavo Ferreira
 

PS: para você começar a entender melhor como você cria essa estratégia completa, veja o livro E-mails que Vendem.
 

Porque como algumas pessoas já perceberam, você pode replicar a sua estratégia por e-mail para todos os outros canais.

About Gustavo Ferreira - Copywriter Profissional

Empresário, copywriter profissional e consultor estratégico de negócios.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *