O Nível de Consciência do Seu Cliente

Até agora já vimos que...

#1. Você precisa de menos “táticas” e mais “estratégias”...

#2. Apenas 5% dos seus clientes estão prontos para comprar de você agora.

Se você lembra dos números que mostrei, você viu que 56% da minha lista de “leads” são compradores...

E você teve um pequeno vislumbre do que há “por trás da cortina” (590 e-mails enviados em 2 anos, e mais 120 e-mails automáticos configurados).

A verdade é...

Eu não sei se sou o melhor copywriter do mercado.

Na verdade, não sei nem se posso ser chamado de copywriter “de fato”.

Veja esse vídeo agora onde explico a “linha do tempo” da conexão com seu cliente:

Quando dou algum treinamento presencial mais específico e direcionado, gosto de frisar o que falei antes do vídeo acima...

Não sei se sou o melhor copywriter.

Porém...

Sou o melhor estrategista.

Agora, veja esse diagrama simples:

Sempre que crio qualquer estratégia, é essa estrutura que vem à minha mente.

#1. Qual “nível de consciência” do meu mercado?

#2. Qual mensagem irei usar para cada um desses “níveis”?

#3. Como vou encaixar isso na sequência “soft sell”?

#4. Como vou cercar meu cliente em todos os canais e mídias possíveis?

Sim, exatamente essas 4 perguntas que faço em praticamente todas as campanhas que crio, para mim e para clientes.

E aqui está “a grande jogada”...

Essa estrutura é replicável E escalável.

Consigo replicar para...

#1. Canais diferentes (e-mails, chatbot, remarketing e mesmo artigos e vídeos)...

#2. Produtos diferentes (hoje tenho uma sequência de 7 produtos que tenho vendas quase diárias de todos eles)...

E consigo escalar.

Porque conhecendo os meus números, posso investir em tráfego pago sem medo.

Por isso quem entra no meu mundo entra para o que chamo Grupo Elite.

Porque se você compreende a estratégia...

Você compreende como aplicar isso de uma maneira poderosa no seu próprio negócio.

Porém, preciso ser sincero.

Isso não é para qualquer um.

Não ensino nenhuma fórmula milagrosa.

E também não posso garantir que irá funcionar de primeira.

Eu mesmo preciso fazer de dois a quatro testes com “ângulos” de copy diferentes para encontrar o que vai funcionar melhor.

Também é comum ter que adaptar os canais.

Por exemplo...

Em um portal que recebo uma média de 10 mil visitas orgânicas por mês, não estava conseguindo capturar quase ninguém para o “opt-in”.

Decidi trocar o e-mail por um chatbot com dicas úteis e informações...

E toda a “ponta” do meu funil passou a funcionar por ali.
(e claro, todos os compradores, quem realmente está engajado, se comunica por e-mail comigo)

O ponto é...

Você VAI falhar em algum momento da sua trajetória e dos seus testes. Porém...

São os seus testes e sua AÇÃO que definem seu sucesso nessa caminhada.

E na próxima página quero explicar bem como posso te ajudar com isso.