Você Não Precisa de Táticas...
E Aqui Está o Que Você Realmente Precisa

Hoje quero compartilhar algumas lições importantes com você...

Porque imagine o seguinte (situação real):

Dois copywriters se ofereceram para fazer um trabalho.

Um deles negociou 5 mil reais, e 5% sobre o faturamento, se a nova versão da carta de vendas “vencesse” a carta atual.

Ele conseguiu.

Ao longo de 1 ano, essa carta de vendas vendeu próximo a um milhão de reais, e o copywriter embolsou quase 50 mil reais.

Nada mal, certo?

Porém...

Outro copywriter (que se recusa a ser chamado de copywriter), fez uma proposta diferente.

Ao invés dele propor melhorar UMA carta de vendas...

Ele se propôs melhorar 10% de cada etapa do processo do cliente.

Anúncios, captura de leads, abertura de e-mails, cliques... e também alguns ajustes nos e-mails e cartas de vendas do “funil”...

Com a mesma condição de 5% sobre o faturamento gerado...

Esse “copywriter” embolsou perto de meio milhão de reais no mesmo período de 1 ano.

Qual a diferença?

Enquanto um dos copywriters atuou em um ponto focal (e fez seu trabalho muito bem)...

O segundo “copywriter” atuou de forma estratégica.

Vamos ver isso de outra forma.

Hoje, a onda do momento são os chatbots.

Ano passado eram os webinários.

E no anterior “lives” no Facebook.

Essas são táticas.

A grande questão é que todas as táticas irão passar.

Cedo ou tarde.

É uma questão de tempo até Google, Facebook, e mesmo Microsoft desaparecerem.

E então...

Surgirão NOVOS canais e táticas de comunicação.

A grande e fundamental pergunta é...

Você quer ser um ratinho correndo atrás de todas as “táticas quentes super ninjas do momento”...

Ou você quer surfar em um barco estratégico, onde você aplica princípios no seu negócio?

E dependendo da melhor “tática do momento”... você aplica a sua estratégia com maestria.

Veja...

Eu sei que todas as táticas irão mudar.

Mesmo e-mail marketing, é um “canal”, uma “tática”...

Porém, aqui há uma grande diferença entre o que “eu” faço, e o que “outras pessoa” fazem.

Nos últimos cinco anos descobri, testei e venho refinando várias estratégias de comunicação.

A base da minha comunicação é o e-mail marketing...

A grande diferença é...

A mesma estratégia que utilizo na minha sequência de e-mails... também é possível aplicar em outros canais.

Por exemplo...

Um dos meus alunos e clientes começou a seguir a mesma estratégia de apresentação das mensagens por WhatsApp... com sucesso.

Uma empresa de artesanato também adaptou a estratégia que seria usada por e-mail para a mesma comunicação por chatbot... e conseguiu grande sucesso.

Essa mesma página que você está lendo agora é a mesma estratégia... mas adaptada em torno de uma nova tática.

Esse é o verdadeiro segredo que separa as crianças dos adultos no mundo do empreendedorismo.

E é disso que quero continuar falando com você na próxima página.